Campanha Presidencial Americana, 1892

Em 1892 os Estados Unidos da América estavam em plena campanha eleitoral com a realização das eleições nacionais, polarizadas pelas convenções do partido dos Democratas, tendo como candidato Grover Cleveland e do partido dos Republicanos, tendo como candidato Benjamin Harrison. Foi eleito o candidato democrata Grover Cleveland como o décimo sétimo presidente norte americano. Nesta mesma época a Igreja se preparava para dedicar o Templo de Salt Lake City, em construção há 40 anos.
No dia 18 de março de 1893, dezenove dias antes da dedicação desse templo, a primeira presidência, composta por Wilford Woodruff, George Q. Cannon e Joseph F. Smith, emitiu uma epístola para todos os santos em preparação para este grande evento. Segue parte dessa declaração que tem muita semelhança com o que ocorreu com os santos do Brasil em nossa última campanha presidencial. “Durante os últimos dezoito meses, tem havido uma divisão entre os santos dos últimos dias, quanto às linhas dos partidos políticos. As campanhas políticas e eleições provocaram ressentimentos mais ou menos intensos na mente dos irmãos e irmãs de ambos os lados.
Temos estado cônscios desta conduta, e temos ouvido muitas expressões que têm sido muito dolorosas para nós e que têm abatido o nosso espírito.
Sabemos que isso tem sido uma ofensa ao Deus da paz e do amor, uma pedra de tropeço para muitos santos.
Sentimos que agora chegou a hora da reconciliação; que antes de entrar no templo para apresentar-nos diante do senhor, em solene assembleia, devemos livrar-nos de todo sentimento mútuo de rancor e dureza; que não somente cessem as contendas, mas que a causa delas seja removida e que qualquer sentimento que as incitou e sustentou seja banido, que confessemos nossos pecados uns aos outros; que roguemos ao Senhor pelo espírito de arrependimento, e depois de tê-lo obtido, sigamos o que nos inspira; para que, humilhando-nos diante do Senhor e procurando perdão uns dos outros, possamos oferecer essa caridade e generosidade àqueles que suplicarem nosso perdão , que pedimos e esperamos do céu… Que todas as controvérsias entre os membros e vizinhos vivendo na mesma ala sejam abrandadas e dissipadas. Que seja unido o jovem e o velho, o homem e a mulher , o rebanho e o pastor, e o povo e o sacerdócio, nos laços da gratidão, do perdão e do amor, a fim de que Israel se sinta aprovada pelo senhor… a fim de que inteira confiança possa ser restaurada e que o amor, a partir desta data, prevaleça em todas as congregações dos santos”.
Passados esses dias de preparação, finalmente chegou o grande dia esperado e no dia 06 de abril de 1893, o presidente Wilford Woodruff, fez a oração dedicatória e num dos trechos de sua oração foi dito:
“Ó Deus Pai Eterno, tu conheces todas as coisas. Tu sabes o rumo que teu povo foi levado a tomar nos assuntos políticos. Eles em grande parte se juntaram aos dois grandes partidos nacionais. Campanhas foram feitas, eleições foram realizadas, provocando muitos ressentimentos partidários. Muito tem sido dito e feito que feriu os sentimentos dos humildes e mansos, e que tem sido uma causa de ofensa. Suplicamos-te em tua infinita misericórdia e bondade que perdoes teu povo no que tem pecado a esse respeito. Mostra-lhes ó Pai, as suas faltas e erros, para que possam ver os mesmos à luz de teu Santo Espírito, e se arrepender verdadeira e sinceramente, e cultivar o espírito de afeição e amor que desejas que todos os filhos dos homens tenham uns pelos outros, e que teus santos, sobretudo, deveriam acalentar. Habilita teu povo daqui por diante a evitar amargura e disputas e a abster-se de palavras e atos em discussões políticas, que podem criar ressentimentos e ofender o Santo Espírito” (A Casa do Senhor, James E. Talmage, pg. 118-119, 129)
Acredito igualmente que podemos fazer uma profunda reflexão desse maravilhoso texto, com plena aplicação atual.