A agora José, o que fazer?

Após 37 anos de trabalho ininterruptos, finalmente entro numa nova fase em minha vida… hoje 29 de junho de 2019, penduro simbolicamente minhas “chuteiras” e oficialmente entro agora no grupo dos aposentados, passando literalmente as chaves ao meu sucessor.
Foram 31 anos trabalhando no Sistema Educacional que me proporcionaram muitas alegrias e experiências inesquecíveis… quando entrei no programa, fazia parte de um grupo de aproximadamente 25 pessoas que atuavam em todo o Brasil e hoje são quase 100… durante essa longa jornada fiz muitos amigos, presenciei a desistência de alguns, fui testemunha da demissão de muitos outros, me entresteci com a morte de poucos, mas acima de tudo, vibrei com o crescimento e progresso da grande maioria! Passa-me na mente agora um filme com as diversas convenções e RTRs realizadas pelo programa; lembro-me dos milhares de jovens que foram visitados, das centenas de treinamentos com os professores, experiências sagradas vividas em aproximadamente 6000 aulas ministradas, dezenas de devocionais e formaturas espetaculares, centenas de atividades e eventos pequenos, médios e de grande porte realizados pelos conselhos estudantis das três maravilhosas sedes de instituto de João Pessoa, Maceió e Natal, as quais tenho como três filhos gerados; Impossível esquecer as centenas de jovens que passaram pelas classes de preparação missionária para em seguida cumprir uma missão de tempo integral. Certamente não há preço que pague esses momentos eternizados e as amizades formadas. Como já expressei antes o meu muito e eterno obrigado aos professores, todos os líderes, encarregados de manutenção e zeladores, presidentes de conselho estudantil juntamente com aqueles que formavam seus comitês, grupos musicais que nos apoiaram, os diretores regionais, os diretores de área, os meus secretários bem como os da área, os missionários de serviço que atuaram como voluntários, os assistentes e enfim aos alunos que formaram a matéria prima principal de nosso trabalho. Um agradecimento especial também aos colegas de trabalho, aos mais velhos e aos mais novos, que ajudaram na formação da criação desses momentos mágicos de minha vida, dividindo as mais diversas experiências, sejam em grupos de treinamento, como companheiros de quarto ou nos bate papos das viagens e nos brakes das convenções.
A pergunta feita por muitos para mim é: o que fazer agora? Sinto-me gratificado, feliz, animado e realizado com a consciência tranquila do dever fielmente cumprido. Como todos que entram nessa fase, certamente tenho um “plano B”, sim, pois o “plano A” pertence ao Senhor e por mais que eu e minha amada tenhamos um plano, jamais saberemos qual é o plano do Senhor. Na cabeça passam muitas idéias e planos tais como estudar mais intensamente inglês, aprender a tocar teclado, fazer um curso de dança com a esposa, fazer muitas caminhadas nas praias de João Pessoa, intensificar a natação, voltar a jogar xadrez, viajar bastante para realizar alguns projetos pessoais e acima de tudo escrever muito e concluir alguns projetos dentro dessa área que me fascina e me dá muito prazer e evidentemente continuar servindo ao Senhor em alta prioridade. Meu maior agradecimento aos meus filhos e minha querida esposa que pelos últimos 21 anos abstiveram-se de minha presença em casa todos os sábados , pelo fato d’eu estar em sala de aula com a juventude. Agora teremos muitos sábados para usufruir juntos e sem dúvidas aproveitaremos bem esses futuros e maravilhosos dias, e encontraremos maneiras de como usá-los sabiamente com a família.
Despeço-me com uma magnífica experiência nesta tarde e noite inesquecível com um encontro com jovens que irão para a missão de tempo integral, com uma aula dividida entre eu, Vianna e o Palmênio Castro, nosso diretor de área e um devocional maravilhoso feito pelos irmãos Kaulle Bezerra, nosso diretor regional e o irmão Palmênio Castro, tendo ainda a apresentação do irmão Geraldo Oliveira como novo diretor do instituto de Natal.
Invoco as bençãos do Senhor dadas ao povo de Israel, como forma de agradecimento a todos vocês: “O SENHOR te abençõe e te guarde; O SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti; O SENHOR sobre ti levante o seu rosto, e te dê a paz” (Num 6:24-27).