Por que nasci no Brasil?

Por que você nasceu no Brasil?
Alguma vez já se perguntou qual o motivo de ter nascido no Brasil? ou por que não nasceu no berço da Igreja, em Salt Lake City? bem que eu poderia ter nascido na época de Cristo, ou por que não na época de Enoque… seria tão legal se eu tivesse vivido na américa antiga durante o período que Cristo visitou o povo nefita! Por que não nasci na época de Joseph Smith? Quanto tempo será que viverei ainda na mortalidade? por que uns morrem tão cedo e outros vivem tanto? por que alguns nascem aparentemente em desvantagens em relação a outros? essas perguntas podem estar em nossa mente constantemente. Certamente há uma explicação para tudo isso…
Podemos ter a certeza de que ao sermos enviados para esta terra, nossos nomes não estavam numa caixinha com vários outros nomes para sermos sorteados e assim sabermos em qual tempo nasceríamos, quanto tempo viveríamos ou em qual parte da terra nasceríamos… seguramente não houve nenhum sorteio! Moisés registrou no velho testamento:

“Quando o Altíssimo distribuía às nações as heranças, quando dividia os filhos de Adão, os termos dos povos estabeleceu, conforme o número dos filhos de Israel. Porque a porção do SENHOR é o seu povo; Jacó é a parte da sua herança” (Deut. 32:8-9). Assim sendo, vemos que o Senhor escolheu os lugares da terra onde viríamos habitar, a herança que cada um receberia em sua provação mortal.
Lucas no novo testamento, também ensinou algo muito importante em relação a este assunto: “E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação; Para que buscassem ao Senhor, se porventura tateando o pudessem encontrar; ainda que não está longe de cada um de nós; Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Porque somos também sua geração. Sendo, pois, geração de Deus, não havemos de pensar que a divindade seja semelhante ao ouro, ou à prata, ou à pedra esculpida por artifício e imaginação dos homens”. (Atos 17:26-29). Lucas, no novo testamento deixa bem claro que o tempo ou a época de nossa existência, bem como os limites geográficos de nossa habitação na terra foram previamente determinados pelo Senhor. O Pres. Harold B. Lee, comentou sobre essa doutrina: “Se o Senhor indicou às nações os limites de suas moradas, então deve ter havido uma seleção de espíritos para formação dessas nações“ (Joseph Fielding Smith –O caminho da perfeição p. 35). “…Gostaria de propor-vos a todos, mais uma vez, a questão: “Quem sois vós ? “ Sois todos filhos e filhas de Deus. Vosso espírito foi criado e viveu como inteligência organizada antes da existência do mundo. Fostes abençoados com um corpo físico, em virtude de vossa obediência a certos mandamentos no estado pré-mortal. Agora nascestes numa família, na nação através da qual viestes, como recompensa pelo tipo de vida passada antes de virdes para cá, e numa época da história humana, conforme o apóstolo Paulo ensinou aos homens de Atenas e o Senhor revelou a Moisés, determinada pela fidelidade de cada um dos que viveram antes de o mundo ser criado“ (Pres. Harold B. Lee – Conf. out- 1973). Fico maravilhado com essa doutrina… é tão simples entender isso… o tipo de vida que obteremos após a morte será de acordo com o tipo de vida que tivemos na mortalidade. Sempre colhemos o que plantamos; isso é um princípo eterno. Ao pensar sobre o fato d’eu ter nascido no Brasil, me faz imaginar que devo ter feito algo de muito bom na vida pré mortal, pois acredito ser esta uma grande e fantástica nação. Uma terra encantadora, cheia de riquezas naturais como lindas praias, grandes e belos rios, montanhas, clima tropical, animais fascinantes e florestas das mais lindas do planeta… terra sem terremoto, sem maremotos, sem tornados e sem outras mazelas comuns em outras nações… certamente nós brasileiros devemos ter sido “muito boa gente” na pré existência. Eu, não desejaria ter nascido em qualquer outro lugar do planeta; amo meu Brasil, essa terra de liberdade e sempre me pergunto o que fiz por merecer ter nascido nesse país tão singular e exuberante.

O Senhor revelou ao profeta Joseph smith em 1831; “E também acontecerá que aquele que tiver fé em mim para ser curado e não estiver designado para morrer, será curado” (DC 42:48). O Elder Dallin Oaks dos doze comentou sobre esse versículo: “Ao exercermos o indubitável poder do sacerdócio de Deus tendo em mente Sua promessa de ouvir e responder a oração da fé, não podemos esquecer que a fé e o poder de cura do sacerdócio não podem produzir um resultado contrário à vontade Daquele a Quem o sacerdócio pertence. (…) Mesmo exercendo Seu divino poder em uma situação em que haja suficiente fé para curar, os servos do Senhor não podem dar uma bênção do sacerdócio que faça uma pessoa ser curada, se a cura não for a vontade do Senhor”.(Dallin H. Oaks, “Curar os enfermos”, A Liahona, maio de 2010, p. 50). Há um relato curioso sobre esse tema no livro de II Reis no velho testamento. O rei Ezequias adoeceu e veja o que aconteceu: “Naqueles dias adoeceu Ezequias de morte; e o profeta Isaías, filho de Amós, foi a ele, e lhe disse: Assim diz o SENHOR: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás”.(II Reis 20:1). O relato prosegue mostrando que o rei ficou triste, chorou muito e justificou ter sido uma pessoa justa, como se não merecesse morrrer naquele momento. O Senhor ouviu sua oração e revogou sua própria vontade: “E acrescentarei aos teus dias quinze anos, e das mãos do rei da Assíria te livrarei, a ti e a esta cidade; e ampararei esta cidade por causa de mim, e por causa de Davi, meu servo”.(II Reis 20:6). Vemos neste caso claramente que o Senhor dá e tira de acordo com sua vontade. Ele pode diminuir ou acrescentar anos em nossa existência mortal.
A fidelidade será sempre um critério fundamental para definir o tempo de nossa mortalidade. “Pois cada homem tem um tempo designado, de acordo com suas obras” (DC 121:25). N’outra circunstância o Senhor revelou ao profeta Joseph: “ Portanto, persevera em teu caminho e o sacerdócio permanecerá contigo; pois os limites deles estão determinados e não podem ultrapassá-los. Teus dias são conhecidos e teus anos não serão diminuídos; portanto, não temas o que o homem possa fazer, pois Deus estará contigo para todo o sempre” (DC 122:9)
É muito bom saber que nascemos no lugar certo, escolhido pelo Senhor, na hora certa determinada por Ele e que temos um tempo pré-estabelecido para viver para desenvolvermos nossas habilidades e provarmos que somos obedientes à sua vontade e realizarmos nossa parte para retornarmos a viver em sua presença. Joel Fernandes.