Um Tributo aos Secretários e ASGs.

Um tributo aos secretários e ASGs (03/abri/2019)
Todos nós necessitamos de ter alguém de muita confiança ao nosso lado em nossa área de trabalho profissional…. uma pessoa na qual possamos abrir nosso coração, expor nossas idéias abertamente e ouvir um sim ou não… alguém que tenhamos plena liberdade para expressar nossas críticas e também nossos elogios; uma pessoa que possa nos ver e ouvir cantando ou dançando nos momentos de relaxamento… afinal não somos de ferro! Alguém que prepara o caminho para o diretor… essa pessoa na sede do instituto é o secretário. Fui muito abençoado com os 03 secretários que tive durante os 20 anos que estou atuando como diretor… o Irmão Emanuel Arcanjo Targino em João Pessoa, o irmão Wanderly Vital Simplício em Maceió e o irmão Alex Pereira do Nascimento em Natal. Todos eles tiveram que tolerar muito as minhas exigências e minhas manias de tudo estar sempre no perfeito lugar. Se abriu, fechou… Se ligou, desligou… Se sujou, limpou… Se tirou do lugar, colocou no mesmo lugar… Se quebrou, consertou… Lembro-me de algumas vezes eu ter escrito alguma coisa na pressa e perguntar para eles e que estava escrito e sem qualquer dificuldade, eles “traduziram” a palavra ou o texto… tivemos momentos de muita dureza, mas também momentos muito agradáveis… vivi as duas épocas, trabalhar sem secretário e com secretário e certamente um secretário é uma grande benção na vida do diretor, deixando o trabalho menos extressante. Um secretário prepara e baixa as frequências, monitorando-nos com dados de acompanhamento semanal, tanto do seminário quanto do instituto; abre a porta de entrada para cada jovem que chega na sede; prepara relatórios financeiros; prepara as salas de aula para os professores ligando ar condicionado, luzes e a parte técnica do som e data show; apoia o presidente do conselho estudantil em suas atividades fornecendo o que ele precisar; também dependendo de sua boa vontade faz um comidinha para os alunos… verifica os materiais didáticos necessários para o diretor, para os professores e para o conselho estudantil; faz as compras dos alimentos para as atividades, almoços e lanches da sede com o diretor; deve manter organizado o depósito da cozinha e o de materiais, preparar cartazes para atividades, preparar as recuperações e dá baixa nelas, manter atualizado o cadastro de bispos, presidentes de estacas, membros do conselho estudantil e manter o Wise devidamente atualizado além de outras funções… Muito obrigado Targino, Wanderly e Alex, pela grande força que vocês foram para os jovens, para os membros do conselho e para mim nesse período; certamente serei eternamente grato pela contribuição e companheirismo.
Quando um jovem do instituto chega na sede e encontra tudo muito limpo e cheiroso, não imagina o quão duro foi para chegar-se àquele padrão de limpeza, e isso só acontece graças a pessoas que colocam sua força, sua energia e seu talento para que a sede esteja bonita, limpa e cheirosa… Tive nesse grande período 03 pessoas que trabalharam um tempo maior comigo… Gildelene do Nascimento em João Pessoa, Roselene Fernandes em Maceió e Jaqueline em Natal. Quando mudou o sistema de contratação, para terceirizado, as empresas passaram a fazer muita troca de funcionários que não deu mais para criar um relacionamento de maior aproximação. Sempre que penso nessas queridas irmãs, lembro da relação delas com estas escrituras :“Organizai-vos; preparai todas as coisas necessárias e estabelecei uma casa, sim, uma casa de oração, uma casa de jejum, uma casa de fé, uma casa de aprendizado, uma casa de glória, uma casa de ordem, uma casa de Deus” (DC 88:119). Como sentir o Espírito num instituto de religião bagunçado ou sujo? Como pode ser uma casa de ordem sem organização e limpeza? N’outra circunstância o Senhor disse: “Pois Sião deve crescer em beleza e em santidade; suas fronteiras devem ser expandidas; suas estacas devem ser fortalecidas; sim, em verdade vos digo: Sião deve erguer-se e vestir suas formosas vestes” (DC 82:14). Nosso Instituto também é Sião e portanto deve crescer em Beleza… como manter a beleza se tudo não estiver limpo?. “E sejam todas as coisas feitas com limpeza diante de mim” (DC. 42:41). O ensinamento do Senhor é claro e direto: “todas as coisas” ou seja: o jardim, o corredor, os banheiros, a cozinha, os móveis, os talheres, as salas de aulas, os depósitos, enfim, tudo muito limpo. Aproximadamente no ano 81 a.C. Alma comentando sobre seu povo, fez um lindo elogio que se aplica a cada uma delas: “E eles repartiam os seus bens com os pobres e os necessitados e os doentes e os aflitos, cada um de acordo com o que possuía; e não usavam vestimentas custosas; contudo, eram asseados e formosos” (Alma 1:27). Sinto orgulho ao saber que essas mulheres contribuíram para que nossos institutos fossem sempre asseados e formosos. Agradeço em nome de toda a liderança e em nome de todos os jovens a cada uma de vocês, Gildelene, Rosilene e Jaqueline, por todas as vezes que entramos no instituto, e encontrarmos as sedes devidamente limpas e preparadas para recebermos o Espírito do Senhor. Minha querida esposa, Maristela, une-se a mim nos mais sinceros votos de agradecimento a todos vocês Targino, Wanderly, Alex, Gildelene, Rosilene e Jaqueline. Obrigado. Joel e Maristela Fernandes.