Por que é importante fazer uma missão?

Por que é importante fazer uma missão?

Muitas vezes, uma mãe ou um jovem chegou até mim com essa pergunta: Por que é tão importante fazer uma missão de tempo integral? Largar tudo, estudos, namorada, trabalho e lazer para servir por 02 anos no campo missionário? Foram muitas respostas, muitas vezes dependendo da maturidade ou situação de cada pessoa envolvida… recentemente um jovem pediu-me para eu responder essa pergunta o que me fez meditar mais profundamente e juntar todas as razões possíveis neste artigo, que espero poder ajudar mães, líderes e jovens. Elenquei uma série de 13 razões básicas e fundamentais pelas quais um jovem deve preparar-se para fazer uma missão. Não comentarei como se preparar, porém apenas a razão de simpresmente ir para o campo…
1-Trata-se de um mandamento e mandamento não se questiona. Na verdade as últimas palavras do Senhor, pouco antes de sua ascensão aos céus foram: “Serme-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra” (Atos 1:8). Na restauração do evangelho, presisamente em 1829, Piter e John Whitmer perguntaram qual seria a coisa de maior valor e o Senhor por intermédio do profeta Joseph Smith, respondeu: “E agora, eis que eu ti digo que a coisa de maior valor para ti será declarar arrependimento a este povo, a fim de trazeres almas a mim e descansares com elas no reino de meu Pai. Amém” (DC 15:6)
2-O jovem conhecerá culturas diferentes, pessoas, costumes e climas diferentes. Desenvolverá uma visão ampla do todo, bem diferente do mundo onde ele vive, que o capacitára quando retornar a saber tomar decisões mais seguras. Se relacionárá com pessoas que serão bons exemplos e famílias que poderão ser modelos para ele, bem como aprenderá também a discernir alguns modelos não aceitáveis para uma vida familiar. Seu universo de mundo será aumentado.
3-Aprenderá a viver distante dos pais e assim sendo terá que tomar decisões sem o aval deles, que o tornam mais responsável pelas consequências advindas de cada escolha. Cortará definitivamente o cordão umbilical da mãe e viverá por conta própria de maneira mais independente e isso o tornará mais qualificado para enfrentar o mundo.
4-Durante 18 meses ou 02 anos, sem dúvidas desenvolverá a habilidade de administrar as finanças. Terá uma mesada e aprenderá a usá-la sabiamente com suas necessidades básicas sem gastar com coisas fúteis e desnecessárias, sob pena de passar por privações e depender de seu companheiro ou ter que pedir um aditivo ao seu presidente de missão e isso não é uma coisa boa… saberá gastar com transporte, alimentação, alguns poucos bens de consumo e higiene pessoal.
5-Viverá a mercê de um planejamento constante, sob pena de fracassar em seus objetivos e resultados. Aprenderá sempre a ter um plano “A” e um “plano alternativo”, de fato, terá uma agenda que usará consigo 24 por dia, durante toda a missão e nela terá hora cada cada atividade. Juntamente com seu companheiro aprenderão a trabalhar juntos, tomar decisões juntos, decidir o que e como ensinar juntos. Em seu planejamento constará hora para levantar, estudar sozinho, estudar com seu companheiro, trabalhar, hora para comer, para descansar, para ensinar e até para dormir… nada será feito sem planejamento e isso o ajudará em sua vida, em sua família e no seu trabalho quando retornar do campo missionário.
6-Durante o trabalho missionário terá oportunidades de servir como líder em várias funções, tais como: ser o sênior da dupla e portanto responsável direto pelo trabalho e pelo companheiro. Ser um treinador por 12 semanas de missionário recém chegado no campo, responsabilidade muito importante dada àqueles a quem o presidente mais confia. Ser um líder de distrito, que cuida de 04 a cinco duplas de missionários, orientando-os através de entrevistas e reuniões de cobrança e treinamento. Ser um líder de zona, que cuida de 10 a 12 duplas de missionários, treinando todos os líderes de distrito, fazendo divisões com todos eles e realizando reuniões de elaboração de metas, avaliações e cobranças, não apenas com os líderes de distrito, mas com todos os missionários da zona. Sendo um assistente do presidente, com responsabilidades para treinar os líderes de zona, fazendo divisões e ajudando o presidente da missão na condução das conferências da missão. Poderá também, ter a oportunidade de trabalhar no escritório da missão e assim desenvoverá muitas habilidades administrativas. Aprenderá muitos estilos de liderança com seu presidente de missão, com os bispos e presidentes de estacas das cidades onde trabalhará.Certamente a missão é uma época para desenvolver inúmeras habilidades de liderança.
7-Fará muitos novos amigos; verdadeiros amigos para toda uma vida… de todos os lugares do mundo. Se um dia precisar viajar para algum lugar sempre encontrará um companheiro que estará lá para lhe receber, orientar e lhe ajudar.
8-Será capaz de trabalhar sob pressão. Terá cobrança permanente de resultados; Cobrança de bom relacionamento com companheiro; cobrança de limpeza na casa; cobrança de metas e planejamento; de saúde; cobrança de contatos e de lições ensinadas… cobrança de pontualidade nos compromissos e também de boa aparência pessoal. Terá que trabalhar com ou sem chuva, com frio ou com calor… tudo isso lhe dará força, resistência e capacidade para enfrentar as grandes adversidades da vida, que com certeza virão pós vida missionária.
9-Aprenderá a cuidar mais de si mesmo. Cuidará de sua saúde física fazendo exercícios regulares; zelará por sua aparência física, cuidando de suas unhas, pés, axilas e cabelos, pois terá que sempre estar bem arrumado, cheiroso e com boa aparência, em função de estar constantemente em contato com pessoas e sua imagém estará representando sua família, a Igreja e Jesus Cristo acima de tudo. Fará um grande esforço para manter sua casa limpa e arrumada dentro do possível, para sempre manter um ambiente com o espírito do Senhor. Terá que passar suas roupas e mantê-las devidamente arrumadas e limpas. Desenvolverá a habilidade de limpar um banheiro e manter uma cozinha sempre arrumada. Ah, não esqueça de engraxar os sapatos… Lembre-se: Mamãe estará bem longe!!! Descobrirá mais do que nunca o valor de sua mãe em sua vida.
10-Aprenderá um novo idioma. Como regra geral todo missionário precisa estudar uma hora por dia um novo idioma. Se estiver designado para uma missão no Brasil, estudará o inglês, ou outro idioma, caso já domine o inglês. Caso seja chamado para servir n’outro país retornará falando fluentemente o idioma do país o qual estiver servindo, seja espanhol, japonês, inglês, francês, alemão, etc… Essa experiência e conhecimento de um outro idioma lhe dará muito mais chance no mercado de trabalho.
11-Conhecerá mais profundamente as escrituras. Ao retornar estará com um conhecimento muito mais aprofundado sobre, especialmente o Livro de Mórmon que será sua principal arma de combate na missão. O estudo de “Pregar Meu Evangelho” o fará aprender muito sobre o Velho Testamento, o Novo Testamento, Doutrina e Convênios e Pérola de Grande Valor. Esse conhecimento servirá de base para um crescimento espiritual pessoal e preparação para futuros chamados de liderança na Igreja.
12-Aprenderá a servir o próximo e assim desenvolverá um amor profundo por eles… descobrirá que o amor é incondicional… amará a todas as pessoas, pobres, ricos, pretos e brancos e de todas as nações. Servirá a muitos membros através de projetos de serviço e também em parceria com o programa “mãos que ajudam”. Amará seus companheiros, amará mais do que nunca seus pesquisadores e orará por eles todos os dias… Descobrirá que existe em nós um amor infinito até mesmo por pessoas que nem conhecemos e ficará encantado ao perceber como esse amor se destilará em seu coração em favor de todos. Tão intenso que chorará muitas vezes por eles… Amará líderes e liderados. Esse amor intenso, lhe preparará para amar uma futura esposa e filhos que constituirão sua família eterna.
13-Acredite, a maior recompensa de servir uma missão será, aprender a conhecer o Senhor Jesus Cristo. Os jejuns que fará, as muitas horas de estudo das escrituras que terá e as muitas horas de oração e meditação o tornarão uma pessoa que aprenderá a receber revelação pessoal para guiar sua vida e assim conhecerá a vontade do Senhor, que o fará errar menos e acertar mais em suas escolhas da vida futura. O maior propósito de estudar as escrituras será sempre, relacionar-se com o Senhor e conhecê-lo. Esse será o grande legado de sua missão dentre tantos outros acima citados.
Acredite, sirva uma missão e terá feito o maior investimento físico, espiritual, moral, intelectual e financeiro que fará em sua vida. O Senhor fez essa linda promessa à todos os que o servirem: “E quem vos receber, lá estarei também, pois irei adiante de vós. Estarei à vossa direita e à vossa esquerda e meu Espírito estará em vosso coração e meus anjos ao vosso redor para vos suster”. (DC 84:88). Enfim, não há o que temer, pois estarás seguro e protegido pelo Senhor. Lá será o seu lugar e muitos o esperam!