Você vive hoje no “Descanso do Senhor” ?

Você vive hoje no “Descanso do Senhor” ?
Um dos tantos significados para a palavra descanso nos dicionários é a seguinte: “Maneira de se comportar que denota tranquilidade; sossego; paz de espírito”. Uma bela definição que certamente nos faz entender uma declaração feita por Mórmon, a um grupo de pessoas no ano 421 d.C. Isso ocorreu após uma grande e última batalha onde quase toda a nação nefita foi extinta; seu filho Moroni registrou alguns desses ensinamentos em seu livro que ainda conseguiu sobreviver por 36 anos após essa trágica batalha. “Portanto, falarei a vós que sois da igreja, que sois os pacíficos seguidores de Cristo e que haveis recebido esperança suficiente para entrardes no descanso do Senhor de agora em diante, até que descanseis com ele no céu” (Moroni 7:3). Mórmon dirigíasse a um grupo seleto de pessoas que encontrava-se numa sinagoga nefita, que mesmo diante de tantas barbaridades que aconteciam em sua volta, conseguia manter-se fiel ao evangelho e ao Senhor Jesus Cristo. Mórmon, deixa bem claro que esse grupo havia recebido esperança em Cristo para, além de permanecer fiel, apesar das tragédias, alcançar o DESCANSO DO SENHOR ainda nesta vida mortal e só então no futuro alcançar o descanso eterno com o Senhor no reino dos céus. O Pres. Joseph F. Smith nos ensinou: “Essa é uma passagem muito importante. O descanso citado aqui não é o descanso físico, pois não existe descanso físico na Igreja de Jesus Cristo. Ela se refere ao descanso espiritual e à paz que provêm da firme convicção da verdade na mente do homem. Sendo assim, podemos entrar no descanso do Senhor hoje por meio da compreensão das verdades do evangelho. (…) Nem todos precisam procurar esse descanso, pois muitos já o tem hoje — pessoas cuja mente foi saciada e que têm os olhos fitos no marco de seu alto chamado e têm no coração a determinação inquebrantável de serem fiéis à verdade e que trilham com humildade e retidão o caminho demarcado para os santos que são pacíficos seguidores de Jesus Cristo. (…) (Pres. Joseph F. Smith, Doutrina do Evangelho, 5ª ed., 1939, pp. 112–113). Infelizmente vivemos num mundo iníquo, corrupto e necessitamos aprender a viver no meio dessa geração perversa e corrompida sem nos deteriorarmos e não deixar que essas manifestações do mal nos prejudiquem a ponto de não conseguir viver em paz! Afinal em nossa sociedade moderna, existem hoje, muitas pessoas que desenvolveram a “síndrome do pânico” e portanto estão prisioneiras em suas próprias casas sem poder mais usufruir da benção que é viver livremente! O “Descanso do Senhor” nos qualifica para não temermos esses desafios do mundo… Se você tiver que esperar os ladrões deixarem de existir para poder sair na rua; se tiver que esperar as balas perdidas acabarem; si tiver que esperar os assaltos a carros fortes e bancos acabarem; esperar as injustiças do judiciário terem um fim; esperar pelo fim do estupro; aguardar que mulheres não sejam mais espancadas ou mortas; que crianças não sejam mais sequestradas; que o trabalho escravo não exista mais ou que qualquer injustiça não aconteça, então você muito provavelmente morrerá e não verá este paraíso! Você tem que aprender a viver no mundo conforme Paulo previu dois mil anos atrás, “… que sejais irreprensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual, resplandeceis como astros no mundo”(Fil. 2:15); este sim, é nosso desafio, brilhar no meio dessa geração corrompida e perversa e para isto precisamos estar constantemente no “Descanso do Senhor” . Oxalá, tenhamos a capacidade de viver hoje, de viver agora no “Descanso do Senhor” e assim gozar de plena liberdade, paz, harmonia e alegria independentemente das circunstâncias que nos rodeiam. Joel Fernandes.